Olimpio Bonald

OLIMPIO BONALD da Cunha NETO nasceu em outubro de 1932, em Olinda – PE.

É procurador aposentado do Denit, professor universitário aposentado, além de escritor, conferencista, jornalista e pintor.

É sócio fundador da Academia Olindense de Letras e do Instituto Histórico de Olinda, fundador do Centro de Estudos de História Municipal, fundador e vice-presidente da Fundação de Ensino Superior de Olinda – Funeso, vice-presidente do Conselho da Fundação de Preservação dos Sítios Históricos de Olinda, tendo sido presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife.

Membro da Academia Olindense de Letras, ao Instituto Histórico de Olinda, da Comissão Nacional do Folclore, União Brasileira de Escritores, da Academia Pernambucana de Letras, da Academia Recifense de Letras e da Academia de Letras e Artes dos Nordeste.

Premiado pela SEE, pela APL, pela prefeitura de Olinda.

Como pintor participou de exposições individuais e coletivas.

Foi premiado no primeiro Salão Global, 1974, com Menção Honrosa.

Diplomas de Presidente Emérito e da Ordem do Mérito Literário Jorge de Albuquerque Coelho (UBE-PE).

Livros publicados: Dura e breve história da Ilha do Maruim, Sangue e sonhos reinventados, O livro da poesia de Olimpio Bonald Neto, Ideologia dos anos 30, Bacamarte Pólvora e Povo, Latrinária, Cultura, Turismo e Tempo, Uma lembrança de flor, Seresta em tempo de caju, O homem que devia ter morrido há 3 anos, Gigantes foliões em Pernambuco, Tango – Regae y outros Cuentos, Estudo da cor na zona da Mata Sul Pernambucana.

Colaborou em revistas, jornais e antologias nacionais e estrangeiras.