Seleta

10 de março de 2017

INCENTIVO AO “EU” SOZINHO

Bartyra Soares         Vai!         Mesmo que a lua crescente         não te indique rotas.         Nem o vento norte traga notícias         que não prometam […]

O lavrador e o templo

                   Lourdes Nicácio

Sê o templo natural

                    este Universo

de onde emana

                      a humildade

Onde um calendário

além dos olhos

tece as estações,

                        a eternidade

  Há tantas safras

de estrelas nesta vida

tantos espaços

          troncos da verdade

Sê mais que um servo

desse plantio de luz:

lavra em ti

               a mansidão

                              a paz.

A canção do gesto

             Lourdes Nicácio

Os ventos arrastavam

o silêncio verde da mata

restauravam-me

                    as madrugadas

 As madrugadas me ensinaram

reunir pedaços de estrelas

caminhar por dentro da montanha

                     ouvir os sobreviventes

 Aprendi com as madrugadas

        sobre a canção do gesto

              e os destinos dos homens.